Os opostos se atraem? – Pipow

Os opostos se atraem?

A ATRAÇÃO QUE RESULTA EM SUCESSO CONSISTE NAS DIFERENÇAS QUE SE COMPLEMENTAM E NÃO NECESSARIAMENTE NAS QUE SE OPÕEM!

O que você acha? Opostos se atraem? Ao me deparar com esta pergunta, arrisquei imediatamente uma resposta, antes mesmo de consultar as páginas do livro que estou lendo, ou consultar outras fontes, descobri que estava entre a grande maioria que evoca a histórica sabedoria do senso comum coletivo. O próprio livro repete as respostas dos entrevistados, nessa pesquisa, com a mesma lógica discursiva para justificar as suas respostas.

Um estudo realizado em 2019, com profissionais da Psicologia, revelou que o autoconhecimento, fator imprescindível para tomada de decisões assertivas em qualquer área da vida, está entre as principais demandas dos pacientes, o que indica uma crescente tendência de conflitos nas relações humanas em todas as esferas.

Mas, será que realmente os opostos se atraem???

Se formos considerar a Física, a Lei de Coulomb, que descreve a interação eletroestática entre as partículas, até podemos afirmar que os opostos se atraem mas, em se tratando de relações humanas, a história é bem diferente.

 

O que pude perceber nas respostas que recebi foi um padrão em que, primeiramente, as pessoas associam a pergunta a relações amorosas e, afirmam que os opostos se atraem, mas enquanto refletem para desenvolver uma narrativa que justifique a resposta, elas mesmas chegam a outra conclusão mais racional:

A ATRAÇÃO QUE RESULTA EM SUCESSO CONSISTE NAS DIFERENÇAS QUE SE COMPLEMENTAM E NÃO NECESSARIAMENTE NAS QUE SE OPÕEM!

 

A afirmação de que os opostos se atraem, se aproxima mais de uma construção psíquica fantasiosa com a finalidade de maquiar escolhas erradas feitas no passado ou no presente. Ou ainda simplesmente a reprodução do mais popular ditado, fruto do senso comum, do que se apresentar como um critério cuja confiabilidade esteja amparada em técnicas ou teorias científicas.

Na tela de um cinema ainda existe espaço para projetarmos nossas fantasias durante uma sessão, mas na vida real, seja em um relacionamento amoroso ou num cenário corporativo, a subsistência depende da razão e das características que cada membro do grupo possui para complementar o que falta em outro membro, formando uma relação dinâmica capaz de perpetuar-se e resistir aos desafios e dificuldades.

Na vida real, durante uma entrevista de emprego, você consegue imaginar um candidato tentando conquistar a vaga afirmando que se opõe aos valores e missão da empresa na qual deseja trabalhar? Você consegue imaginar, uma cerimônia de casamento em que o noivo não promete ser fiel, ou a noiva promete amar o noivo na saúde, mas não na doença? Você consegue realmente imaginar opostos convivendo em harmonia?

Definitivamente, a crença de que os opostos se atraem deve limitar-se aos contos de fadas, aos clássicos de fábulas como os de Esopo, ou aos programas de televisão que nutrem esperanças de que possa acontecer na vida real, o mesmo que acontece nas novelas ou filmes hollyoodianos, em que as escolhas erradas, sejam elas por emoção, impulso ou teimosia, no último capítulo, como um passe de mágica, resultam em final feliz.

Diante dessa tendência conflituosa e em meio a tantas mudanças no cenário mundial, as parcerias e o cooperativismo são e serão alternativas não somente para sobrevivência, mas para potencialização das capacidades individuais em favor do coletivo nos contextos grupais. Isso reforça que, personalidades que se complementam terão muito mais chance de evoluírem e crescerem do que as personalidades que se opõem. É nesse cenário que empresas especialistas em fazer conexões entre pessoas, empresas que identificam personalidades que se complementam, estarão entre as mais importantes para a saúde das relações humanas e consequentemente para o sucesso individual e grupal.

Autor: Rodrigo Pinheiro
Instagram: @pinheiro_psi
Linkedin: https://www.linkedin.com/in/pinheiropsi/

Compartilhe:
Share on whatsapp
Compartilhar
Share on facebook
Compartilhar
Share on twitter
Tweetar
Share on linkedin
Compartilhar
Share on pinterest
Pin
Abrir chat
Precisando de ajuda?
Olá, como podemos te ajudar?