Você realmente dá a devida atenção à comunicação da sua marca? – Pipow

Você realmente dá a devida atenção à comunicação da sua marca?

Será que o posicionamento tomado pela empresa visa apenas reduzir os impactos econômicos de uma atitude impensada ou evidenciam a preocupação com o prejuízo na imagem da marca?
A imagem da empresa e tudo o que ela representa ou acredita pode ser comprometida por um pequeno deslize; pelo simples apertar de uma tecla errada, por uma palavra mal colocada ou ainda, pelo posicionamento público de alguém vinculado a ela, mesmo sem a intenção de representá-la. Para entender um pouco mais deste assunto vamos analisar o recente caso que envolveu a rede de fast food Giraffas (400 unidades e 8.000 colaboradores no Brasil) e que resultou no afastamento de um dos membros do conselho da empresa.
Será que o posicionamento tomado pela empresa visa apenas reduzir os impactos econômicos de uma atitude impensada ou evidenciam a preocupação com o prejuízo na imagem da marca?
 
A situação em questão tem seu start a partir da publicação do vídeo em que Alexandre Guerra (membro do conselho e ex-CEO da empresa) posiciona-se de maneira contrária a ordem das autoridades médicas que solicitaram quarentena horizontal a população como medida de segurança contra o Covid-19. “Você que é funcionário, que talvez esteja em casa numa boa, numa tranquilidade, curtindo um pouco esse home office, esse descanso forçado, você já se deu conta de que, ao invés de estar com medo de pegar esse vírus, você deveria também estar com medo de perder o emprego? Será que sua empresa tem condições de segurar o seu salário por 60, 90 dias?’, disse Alexandre em sua conta no Instagram. O efeito foi imediato e a empresa passou a ser atacada nas redes sociais.
 
Como reflexo, o posicionamento institucional também publicado nas redes sociais e canais de comunicação da empresa. Carlos Guerra (CEO da empresa, Presidente do Conselho e também pai de Alexandre) se apresentou com o propósito de “reestabelecer a verdade” a respeito de tão grave momento, deixando claro que as palavras de Alexandre não representam o posicionamento do Giraffas que preza prioritariamente, pela segurança e saúde de seus colaboradores e em decorrência deste fato, decidiu afastá-lo de suas atividades. O reflexo também foi imediato, porém agora com impacto positivo para a marca, pois se posicionou prontamente para evidenciar valores mais humanos em detrimento a questões econômicas.
 
É possível perceber a partir do caso em que se envolveu a marca Giraffas, o quão complexo é o trabalho para a construção e manutenção da imagem de uma marca. Esta deve gerenciar cada palavra e imagem publicada e ainda sim, ficar atenta a toda comunicação não institucional que possa impactar de alguma maneira sua imagem. Deve estar por fim, pronta para dar respostas e aberta ao dialoga com seus públicos.
Compartilhe:
Share on whatsapp
Compartilhar
Share on facebook
Compartilhar
Share on twitter
Tweetar
Share on linkedin
Compartilhar
Share on pinterest
Pin
Abrir chat
Precisando de ajuda?
Olá, como podemos te ajudar?